3/8 - DoLaDoDeLá de 2/7/12

DoLaDoDeLá





Posted: 02 Aug 2012 07:27 PM PDT

Todos os julgamentos são políticos, quando os crimes prováveis se cometem contra a República. São políticos, se levamos em conta que as vítimas são os membros da comunidade lesada, no caso em que tenha havido os delitos apontados. A partir desse raciocínio, não há como desacreditar, in limine, o volumoso processo contra parlamentares, servidores do Poder Executivo, ministros de Estado, publicitários e outros, acusados de desviar recursos públicos, mediante ardilosos expedientes.
Se as provas forem robustas e as leis penais violadas, o julgamento técnico suportará o juízo político. Se não forem suficientemente sólidas, ainda que sugiram a probabilidade do delito, o Supremo Tribunal Federal (STF), como é de sua história e natureza, na obediência ao princípio de que a dúvida os beneficia, absolverá os réus.
Tantos anos depois da denúncia, a nação quer conhecer a verdade, pelo menos a verdade que os autos, sob o exame do STF, indicarão. É certo que não será toda a verdade, e é provável que muitos portem culpas alheias, mas os juízes, e principalmente os mais altos magistrados do país, não julgam com provas secretas. Eles se aterão – como impõem a natureza humana e a inteligência de quem julga – aos documentos reunidos pela Procuradoria-Geral da República. 
Mais informações »
Posted: 02 Aug 2012 07:01 PM PDT
Na capa: Cachoeira, Policarpo e Demóstenes

Meu sobrinho me perguntou no Facebook porque não escrevia alguma coisa sobre o "Mensalão", processo do qual participei profissionalmente, como jornalista. Será que é porque queria esperar um pouco mais? Emendou. Não, respondi. É que não tenho saco para Fla-Flu. A questão virou ideológica. Virou uma disputa política. Deixou de ser técnica, sobre financiamento privado de campanhas políticas e de como são costuradas as alianças entre os grandes e pequenos partidos: na base de cargos e grana. O Paulo explica melhor do que eu a questão política. Ah esse Paulo... Acho que ele ainda vai perder o emprego:


Sabemos que os esquemas financeiros da política brasileira são condenáveis por várias razões, a começar pela principal: permitem ao poder econômico alugar o poder político para que possa atender a seus interesses. Os empresários que contribuem com campanhas financeiras passam a ter deputados, senadores e até governos inteiros a seu serviço, o que é lamentável. O cidadão comum vota uma vez a cada quatro anos. Sua força é de 1 em 100 milhões. Já o voto de quem sustenta os políticos é de 100 milhões contra 1.

Por isso sou favorável a uma mudança nas regras de campanha, que proíba ou pelo menos controle essa interferência da economia sobre a política. Ela é, essencialmente, um instrumento da desigualdade. Contraria o princípio democrático de que 1 homem equivale a 1 voto.

Pela mesma razão, eu acho que todos os fatos relativos ao mensalão petista precisam ser esclarecidos e examinados com serenidade. Casos comprovados de desvios de recursos públicos devem ser punidos. Outras irregularidades também não devem passar em branco.
Mais informações »
Posted: 02 Aug 2012 02:35 PM PDT
Segue o vídeo e, em seguida, meu comentário:


Lembro-me muito bem de como ele, Galvão Bueno, tratava os colegas nos bastidores, quando eu trabalhava naquela emissora. Era comum ele gritar com diretores de TV, produtores e editores. Às vezes os colegas diziam para ele devolver para a apresentadora na bancada, porque o tempo estava estourado e ele respondia grosseiramente: "Eu falo quanto tempo eu quiser. A audiência está alta, a programação que espere." Não foi uma, nem duas, nem três vezes. Foram dezenas delas. Isso mostra também o quão chato é não ser o dono da transmissão, e ter que se contentar com um estúdio para fazer uma espécie de "Jornal da Tosse" dos tempos modernos.
Mais informações »
Posted: 02 Aug 2012 12:19 PM PDT

Os encontros regionais de blogueiros são um passo importante para consolidação do espaço conquistado, para as novas fontes independentes de análise e informação. E uma oportunidade de dividir impressões e experiências. Não poderei participar, infelizmente, mas recomendo a quem estiver por perto. O caminho é longo, mas necessário para que possamos construir um país mais plural e justo.
Sucesso à Cris Rodrigues e sua turma!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

22/9 - VÍDEO - MÚSICA - POR LULA LIVRE

  Diário da Resistência         Apoie-nos POLÍTICA Por Lula livre, dois símbolos da resistência se juntam a art...