quinta-feira, 16 de março de 2017

16/3 - Para começo de conversa

14 DE MARÇO DE 2017

Para começo de conversa


Presidente da Petrobras fala, nova operação da PF e anistia ao caixa dois

Bom dia. Em entrevista exclusiva, o presidente da Petrobras diz por que pode ser necessário reajustar os combustíveis. No Rio, uma nova operação da PF e um funcionário fantasma que nem sabia onde trabalhava. Falando em prática fantasma, aumenta a pressão pela anista ao caixa dois. Boa terça-feira e boa leitura.

MARIA FERNANDA DELMAS, EDITORA EXECUTIVA

Mais Lava-Jato

A Polícia Federal foi às ruas hoje para cumprir mandados de prisão, em mais um desdobramento da Lava-Jato. A nova etapa da operação tem a ver com propina no metrô - e com o esquema de corrupção do ex-governador Sérgio Cabral.

Fantasma distraído

Relatório da Lava-Jato mostra uma nova modalidade de funcionário fantasma do governo do Rio: o que nem sabia onde deveria trabalhar.

Crime? Veja bem…

A reforma política volta à agenda do presidente Michel Temer, coincidentemente, quando políticos minimizam a prática de caixa dois. A possibilidade de anistia surge com força.

É crime e ponto

Em contraponto, Carlos Ayres Britto, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, critica o debate em torno da anistia para quem se beneficiou de caixa dois.
-

“Se a lista te paralisar, você morre”

Renan Calheiros, sobre a iminente nova lista de Rodrigo Janot
-

Corte na Petrobras

Em entrevista exclusiva à colunista Míriam Leitão e à repórter Ramona Ordoñez, o presidente da Petrobras, Pedro Parente, afirma que a empresa terá de rever seu orçamento e até elevar o preço dos combustíveis caso o TCU não libere a venda de ativos. Assista ao vídeo.

Leilão não decola

O leilão dos aeroportos de Fortaleza, Salvador, Florianópolis e Porto Alegre não deve ter ágio elevado, como preveem especialistas e o próprio governo.

Bagagens liberadas

Novas regras para passagens aéreas entram em vigor hoje. Mas liminar suspendeu a cobrança de bagagens.

'Não vai sobrar ninguém'

Em meio à crise, o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, criou uma nova secretaria, que será chefiada por Solange Almeida, aliada de Eduardo Cunha e ré na Lava-Jato. O governador disse que não pode criminalizar todos que respondem a processo.

Vai demorar

O governo federal pediu mais prazo para aprovar o socorro ao Rio. Para aliviar o problema, Pezão quer usar o dinheiro desviado por Cabral para pagar o décimo terceiro dos aposentados.

Febre amarela

Uma morte em Casimiro de Abreu preocupa, pela suspeita de febre amarela. No Rio, o secretário municipal de Saúde diz que campanha vai durar o ano inteiro. Saiba por que tomar a vacina.

Sem picadas

Nova tecnologia promete alívio: pacientes não precisariam das picadas para medir a glicose. 

Crise diplomática

A crise entre Turquia, Alemanha e Holanda se aprofunda, depois que ministros turcos foram impedidos de fazer campanha nos dois países. 

Divórcio à vista

Com a aprovação do Brexit no Parlamento, a premier britânica, Theresa May, pode iniciar o processo de separação da UE.

Saúde em guerra

Republicanos e democratas brigam no Congresso pela proposta de substituir o Obamacare. 

Produção recorde, público pífio

O cinema brasileiro teve recorde de filmes em 2016, mas produções ficaram com salas vazias. Confira os lançamentos e os filmes mais vistos desde a retomada do cinema nacional. 

Fase nova, time novo

Após jogos dramáticos no mata-mata, Botafogo estreia logo mais na fase de grupos da Libertadores contra o Estudiantes de La Plata, no Engenhão.
-

Acompanhe com a gente

Confira a programação especial em comemoração ao Dia Mundial do Consumidor.
Facebook
Twitter
Instagram
Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário