quinta-feira, 23 de março de 2017

23/3 - BULA Revista


Não se sinta trouxa pelas expectativas criadas. Geralmente elas nascem de mentiras bem ditas


O mantra atual é o de que ninguém pode ser responsabilizado pelas expectativas alheias. É a regra do “cada um por si” que privilegia o não apego e, sobretudo, a ausência de comprometimento com o outro. Seria insano defender que devemos carregar nos ombros as dores e os sonhos dos que passam pelo nosso caminho e projetam sobre nós seus ideais fantasiosos. Mas arrisco dizer que raramente castelos são construídos sozinhos.

Por Larissa Bittar | Ler no navegador »



Não é o que você diz. É a forma como diz que estraga tudo


Você certamente já vivenciou isso. Cheio de boas intenções, tentou passar o um recado, dizer algo coerente que ajudasse alguém a se melhorar, mas acabou se embananando todo, perguntando-se repetidamente por que decidiu abrir a boca. Por exemplo, com o tempo, descobre-se que é importante escolher o ângulo pelo qual se passa a mensagem, sem que isso afete sua essência.

Por Lara Brenner | Ler no navegador »


Copyright © 2017 Revista Bula, Todos os direitos reservados.

 Atualize seus dados ou cancele sua assinatura

Email Marketing Powered by MailChimp

Nenhum comentário:

Postar um comentário