sexta-feira, 3 de março de 2017

3/3 - "Ou há uma renúncia coletiva..."

FONTE:http://www.jb.com.br/opiniao/noticias/2017/03/03/ou-ha-uma-renuncia-coletiva-ou-pais-pode-entrar-em-processo-de-desesperanca-total/


País - Opinião

Ou há uma renúncia coletiva ou país pode entrar em processo de desesperança total 

Jornal do Brasil
Diante do depoimento desse "tal de Junior", que dizem ter trazido na garupa de sua possante motocicleta - avaliada em R$ 1 milhão - numa viagem que fez a Las Vegas, o secretário de Saúde que se contaminou com vírus da gripe suína, muitos questionamentos ficam no ar.
Se não bastasse a corrupção, "Junior" ainda trazia a doença para o pobre definitivamente não ter qualquer chance de sobreviver...
Com a delação desse senhor, e a delação do arrependido Marcelo Odebrecht - que destacava num primeiro momento a qualidade de seus filhos por não serem alcaguetes e, agora, faz uma alcaguetagem -, o que resta ao Brasil?
Marcelo Odebrecht imagina que a inteligência do povo é proporcional ao nível de sua seriedade, ou seja, que não existe? Ele afirma que deu recursos a políticos em troca da aprovação da Medida Provisória do Refis (470/2009), que beneficiou sua empresa. Contudo, os recursos só foram usados na campanha de 2014. Uma negociação no mínimo incomum, já que a verba acordada em 2009 só seria efetivada numa eleição em 2014, cinco anos depois, e já com outros personagens em jogo.
'JB'  anunciava, em 2009, que Côrtes estava com suspeita de gripe suína após voltar de viagem dos EUA
'JB'  anunciava, em 2009, que Côrtes estava com suspeita de gripe suína após voltar de viagem dos EUA
Uma mentira que vai cair no STF e corre o risco de destruir o país, que terá de começar do zero. Diante do caos e do descrédito que cercam políticos, e do festival de vazamentos que põem em xeque as investigações que poderiam limpar o país, só restam dois caminhos: ou a renúncia coletiva ou o país entrando num processo de desesperança total. 
Tags: brasil, crise, jato, lava, odebrecht, política

Nenhum comentário:

Postar um comentário