sábado, 4 de março de 2017

4/3 - Portal Luis Nassif DE HOJE




Mensagens de blog - Portal Luis Nassif


Posted: 04 Mar 2017 04:45 AM PST
 Enquanto alguns países ,entre eles o Uruguai e alguns estados dos EUA,liberaram a maconha para fins recreativos e medicinais,neutralizando o seu comércio ilegal por grupos criminosos,tirando-lhes uma boa fatia dos seus lucros,as Filipinas vai na contra-mão ao combate ao narcotráfico desde que Rodrigo Duderte assumiu a presidência desse país em julho do ano passado.
 A chamada " Guerra às drogas " já deixou 7.076 mortos,incluindo usuários .Duderte sempre reitera que os traficantes e usuários que não se entregarem ao Programa de Reabilitação serão " neutralizados ",isto é ,serão mortos.Uma barbárie ! 
 Ano passado o próprio EUA ,através de seu presidente Barack Obama,condenou a política de "Guerra às Drogas " de Duderte,que replicou com um discurso recheado de ofensas a Obama. A comissão de direitos humanos da ONU já se pronunciou contra o genocídio em curso e Duderte permanece inflexível na sua política de repressão.
 Em Manila,capital do país,um repórter da Agência Reuters presenciou uma execução de 4 jovens em um bairro pobre que estavam fumando maconha e correram ao verem membros da Polícia Nacional (PNP) saírem do veículo com armas em punho.A PN alegou que os jovens estavam armados e reagiram a abordagem.Mentira !
 No Brasil o narco-tráfico movimenta milhões de reais na venda de entorpecentes ,porém não se resume somente a venda das chamadas drogas ilícitas.As facções criminosas no Brasil movimentam uma boa grana em outras atividades e dos mais variados ramos do capitalismo - e graças ao acúmulo gigantesco do capital oriundo da venda de entorpecentes durante anos de atividade.
 Bolsonaro tem um discurso semelhante a de Duderte sobre como lidar com a venda e uso dos entorpecentes ,um perigo para letal ,caso seja eleito presidente em 2018.
 Duderte precisa ser freado,deposto e ser julgado pelo Tribunal de Haia.

Posted: 03 Mar 2017 04:30 PM PST
Defunto não tem febre. Mídia comemora queda da inflação com morte da economia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário