sábado, 1 de abril de 2017

1/4 - HÉLIO FERNANDES - TEXTOS

FONTE:http://heliofernandesonline.blogspot.com.br/

Helio Fernandes

Blog Oficial do Jornal da Tribuna da Imprensa, e seus colunistas.


quinta-feira, 30 de março de 2017

O desespero de Aécio Neves

HELIO FERNANDES

Duas pessoas que não podiam ter o menor diálogo deveriam ser Michel Temer e Aécio Neves. Os maiores problemas do presidente indireto, naturalmente excluída sua incompetência, decorrem da ação de Aécio no TSE, pedindo a cassação da chapa Dilma - Temer.

Depois da reeleição e posse, logo em fevereiro de 2015, o candidato do PSDB, entrou com ação no TSE (ele e mais o seu vice, Aloísio Nunes), requerendo a cassação dos eleitos. E foi mais longe, de forma inédita. Pediu que ele e seu vice fossem diplomados e empossados, como se tivessem ganhado a eleição.

È essa tramóia, que o TSE vem transformando em farsa, ha mais de 2 anos. Diga-se a bem da verdade, que os Ministros do TSE, na omissão e no retardamento, são estimulados pelo próprio PSDB, e seus candidatos, hoje baluartes dos mesmos que queriam impedir que ocupassem o poder. Foram acirrados na oposição. Mas só aí.

 Pediam que Temer fosse cassado por ABUSO DE PODER, duas palavras que Aécio ditou para os advogados. E uma parte do texto foi ditado também por Aécio e Aloizio. Os advogados ganharam duas vezes sem trabalhar. "REDIGINDO" a petição, e depois obrigados a abandonarem a questão, por ordem dos clientes. 

O PSDB NO PODER

Alguns meses depois estava tudo esquecido. O presidente do PSDB dizia horrores de Dona Dilma. E para Temer, era só louvores. Começava a chegada de Aécio ao Poder, exatamente como acontecera com Temer: sem voto, sem povo, sem urnas. E traindo a si mesmo, com a retirada da ação do TSE.

Esse "retirada" tem que ir entre aspas, a ação continuava, mas sem patrocinador. E Primeiro Toffoli e depois Gilmar usaram e abusaram da omissão e da adesão de Aécio e do PSDB, hoje com 6 ministros, no governo que não queriam ver empossados.

Outro texto, chave do pedido de Aécio - PSDB pedindo a degola de Temer, tem que ir também entre aspas, é fundamental agora para o entendimento, era fundamental ha 2 anos, para convencer os Ministros juízes.

Leiam, lembrem, não esqueça m, Temer e Aécio serão personagens e protagonistas neste 2017. E querem ir ainda mais longe.

"Resta evidente, portanto, que o dinheiro desviado da Petrobras, financiou direta e indiretamente a campanha dos requeridos, não se podendo olvidar, que os dois partidos que mais receberam recursos das empreiteiras envolvidas com o escândalo da Petrobras, foram o da candidata a presidente da Republica, o PT, e o do candidato a vice-presidente da Republica o PMDB".

O Banco Central esqueceu da Selic

Esse esqueceu é com aspas ou sem elas? Estava assentado e acertado, obrigatoriamente, que haveria corte de 1%, talvez até, 1,25 para ficar em 11 cravados. Só que não houve nada. Na quarta feira, esperei até 22 horas e nada.

Ontem a mesma coisa. De qualquer maneira fica incompreensível, não houve a menor explicação.

Toda vez que o BC se reúne para decidir sobre Selic, assim que sai o resultado, todas as televisões dão imediatamente. E no dia seguinte os impressos comentam.


Agora a impressão é de que todos estavam informados e de acordo, não se interessaram em informar nem mesmo o seu publico. INACREDITAVEL. 

quarta-feira, 29 de março de 2017


A incógnita chamada TSE

HELIO FERNANDES

O fato de Gilmar Mendes ter marcado o julgamento da chapa vitoriosa em 2014, nada definitivo. Também convocou duas reuniões extraordinárias para o dia seguinte, fato estranho, não incisivo ou conclusivo. Tudo no presidente do TSE, não passa de presunção da verdade.

Apesar desse inesperado açodamento depois de 2 anos, de retardamento deliberado e premeditado, as manobras protelatórias, não podem ser escondidas dos mais atentos. Desde que assumiu a presidência do tribunal, em maio, Gilmar não escondeu qualquer constrangimento ao se exibir publicamente como favorável á absolvição de Michel Temer. Mesmo defendendo a tese, que não se sustenta, de que as campanhas são separadas.

GILMAR O MAIS PALACIANO

Foi dos mais assíduos interlocutores de Temer, sempre encontros isolados. Juiz e REU, não gostavam nem queriam companhia. Gilmar só tem um íntimo, o tambem Ministro Toffoli. A quem já aconselhou nos casos mais escabrosos do Supremo, quando os dois defenderam entusiasmadamente Renan Calheiros.

Temer deixava entrever para assessores, que as conversas com o presidente do TSE mostravam que dos lados do mais alto tribunal eleitoral, as coisas iam muito bem. Ficavam todos satisfeitos, lógico. Se Temer for condenado, serão imediatamente substituídos. E alguns cheios de processos e acusações.

OBSTACULOS AO JULGAMENTO IMEDIATO

São muitos os problemas para que a absolvição ou condenação da chapa, termine na próxima terça ou quarta. Todo e qualquer Ministro pode pedir vista, sem prazo para devolução. Gilmar insiste com 2 deles, não recebe recusa ou aceitação. Existe o receio de enfrentar a opinião publica, mais do que sabidamente, a favor da cassação. Mas esses movimentos de Gilmar, retiram a certeza do julgamento na data fixada por ele mesmo.

Outra prova de que não se pode confiar em Gilmar Mendes, aliás basta consultar o passado dele. Vejam este caso. O Ministro Henrique Neves, que termina o mandato no dia 16 de abril, é a favor da cassação. Conversou com o relator, Herman Benjamin, queria votar antecipadamente. O relator falou como presidente, perguntou o que ele achava.

Resposta estranha de Gilmar, em dois tempos, entre aspas. 1- "Não vejo nenhum inconveniente, você vota em primeiro lugar como relator, eu em ultimo como presidente, os outros se alternam, sem prioridade". Herman ficou satisfeito, mas precisava esperar o resto da fala.

Sem o menor constrangimento ou intranquilidade, Gilmar Mendes concluiu: "Mas o voto dele só vale se o julgamento terminar até o dia 16. No dia seguinte ele não é mais Ministro, não se pode contabilizar o voto de 1 ex-Ministro. O substituto é que votará".

Isso prova a temeridade de se acreditar que o julgamento começará na próxima terça e acabará na quarta. Se nenhum Ministro pedir vista (ninguém pedirá), começa mesmo na terça (começa mesmo?) o julgamento.

A defesa de Temer vai pedir tempo, como se fosse um jogo de basquete. Aí, elimina um voto contra. Parte para nova protelação, vem a semana santa, acaba o mandato do segundo voto contra, do ministro que tem que sair em maio.

Com a composição atual, a cassação se fortalece em 4 a 2. Dos 7 membros atuais, apenas 1 se mantém impenetrável e indevassável. Com a substituição dos dois ministros, os 4 a 2 pela CASSAÇÃO, se transformam em 4 a 2 pela ABSOLVIÇÃO. Gilmar confia em Temer, o presidente indireto acredita no presidente do TSE.

Se alguma coisa der errado Gilmar tentará o sonho de deixar o Supremo, e não pela aposentadoria. Sonho que o levou a se entrelaçar com deputados e senadores corruptos. E agredir desabrida e insensatamente o Procurador Geral.

Rodrigo Maia X Renan

O presidente da Câmara segue o ex-presidente do Senado, na tentativa de confronto com o Supremo. O Ministro Luiz Fux colocou no rumo constitucional, o projeto das "10 medidas contra a corrupção". Maia fingiu que não entendeu, mandou conferir as   assinaturas, e garante que o projeto tem que ser votado no Senado. Não é essa a determinação do Supremo.

Reino Unido deixa a UE

Ontem, definitivamente, a Primeira Ministra comunicou oficialmente: "Estamos deixando a União Européia. Esta é uma decisão histórica e sem volta". Exatamente isso. A UE tinha 27paises, agora tem apenas 26, mas perdeu muito em potencia. A decisão foi do povo, em voto popular.

 DESONERAÇÃO

Esses favorecimentos aos empresários, começaram com FHC. Foi uma recompensa pelo patrocínio da reeleição. O presidente indireto descobriu agora, que pode cortar 8 bilhões dos privilégios, sem prejuízo para o país.Mas  tem paixão por eles, que têm unicamente interesses pessoais.

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO

Estava com apenas 6 membros.O mais corrupto de todos, Jonas Lopes, foi afastado da presidência, ia ser preso.Fez a proposta de delação,afirmou e foi publicado por vários jornais e televisões: "Se não for preso, faço delação, entrego 5 conselheiros".

Cumpriu o prometido, ontem foram presos 5 conselheiros. Agora o TCE tem apenas um conselheiro em atividade. Todo corrupto é condenável e execrável. Só não sei como deve ser denominado o ladrão que exerce a função de fiscal dos recursos públicos.

Jorge Picciani


Na mesma operação que prendeu quase todo o TCE, o presidente da Alerj foi levado em "condução coercitiva". O que ninguém entende: por que teve um tratamento diferente?  Foi visitar Sergio Cabral, vive em pânico, que  ele faça delação.

terça-feira, 28 de março de 2017

A sucessão de 2018 ou até antes

HELIO FERNANDES

Os Institutos de pesquisa, estão voluptuosamente silenciosos. Num momento de dificuldade como agora, quando existe uma hostilidade visível entre os políticos e a comunidade, seria o momento de informar. È bem verdade que a eleição dos Estados Unidos, representou um massacre.

Para os Institutos, as grandes televisões e os principais jornais,que têm enormes departamentos de consulta popular. Ninguém acertou. Um só exemplo: na véspera da eleição, o New York Times deu na primeira pagina, textual: "Hillary Clinton tem 99 % de chances de ser eleita".

No Brasil, agora, em números, apenas os de 3 meses passados, bastante alterados. Apesar de tudo o que aconteceu, nas expectativas, Lula em primeiro lugar, Dona Marina em segundo. E os candidatos tradicionais ou auto-sustentáveis, completamente desgastados. Sem chance de se elegerem, e pior ou mais grave para eles, longe de serem referendados como candidatos.

PT, PMDB, PSDB

O partido que esteve no poder durante 14 anos, vive e quem sabe, sobrevive, com Luiz Inácio Lula da Silva. Ele não é católico, mas parece acreditar fortemente na ressurreição. Se a impressão é de que isso for verdade, é uma solidão que precisa de muito esforço e trabalho para a volta a 2002.O auge da popularidade, depois de 3 derrotas fragorosas. Apenas uma no segundo turno.

O PMDB não gosta de disputar eleição presidencial. Prefere ficar com os lucros do poder sem voto, aceitando, sem lamento, a vice. E afinal tinha que acontecer o que aconteceu: um vice "malabarista de Nossa Senhora", como no conto imortal de Anibal Machado, promovido por ele mesmo e o corruptissimo Eduardo Cunha, o presidente sem indicação popular. È rigorosamente verdadeiro que sofre terrivelmente. E não consegue vislumbrar a duração do seu próprio futuro.

O PSDB DE 2002, 2006, 2010, 2014

Depois da inesperada ascensão de FHC, em 1994, o partido tentou voltar 4 vezes, com 4 derrotas seguidas e acumuladas. Nas suas "memórias", o ex-presidente confessa o que eu me fartei de comentar antes. Era um senador em fim de mandato, sem chance de reeleição, quando aconteceu o impeachment de Collor.

Com uma sucessão normal, ninguém se lembraria dele. E comprou a caríssima reeleição, paga á vista. Com dinheiro de empresários, que enriqueceram mais ainda, com as prodigalidades da recompensa.

Agora, os 3 derrotados, Serra perdeu duas vezes, em fim de carreira,  querem voltar á beira da sepultura. Mas sabem melhor do que ninguém, que uma legenda não pode acolher 3 candidatos. Que foram reduzidos para 2 pelo bom senso de Serra, que abandonou o Ministério do Exterior para se candidatar a governador de São Paulo, cargo que já ocupou.

O ADVENTICIO DO PSDB

 Seu nome é João Doria, se lançou com um slogan, que corria o mundo: "Não sou político e sim gestor". Mas com menos de 3 meses na Prefeitura, age rigorosamente como político, não tinha tempo para se consagrar como gestor. Não custa lembrar. Assim que se elegeu, antes da posse, declarou sem ninguém perguntar: "Não serei candidato á reeleição".

 Comentei no mesmo dia, afirmando que era inusitado, estranho, inédito e surpreendente. Agora tem um grupo grande trabalhando para ele, em três possibilidades, todas políticas. Aparentemente não têm nenhuma ligação com ele. Só "espírito publico".

Governador, Presidente em 2018, ou antes num acidente de percurso

As duas primeiras hipóteses na mesma data. E exigindo um ato que já liquidou ou ameaçou muita gente: a desincompatibilização, 6 meses antes da eleição. Ou seja, em abril de 2018. Se como POLITICO está agindo estouvadamente, pois ninguém lhe dará legenda. Como GESTOR é um suicida,não se provará um grande administrador em tão pouco tempo.

Na terceira fórmula, a cassação de Temer e a eleição DIRETA ou INDIRETA, estará completamente INELEGÍVEL. Mas seu grupo continuará trabalhando, percorrendo um caminho cheio de obstáculos. Só que Doria não tem nada a ganhar ou a perder. No máximo ou no mínimo continuará como prefeito até 2020. E como já confessou antecipadamente que não disputará reeleição, sentirá um certo constrangimento, ao ser apresentado como ex-prefeito.  

Taxa Selic

Ha mais de uma semana venho informando:na quarta feira 29, hoje, os juros serão  reduzidos em 1%. E acrescento sempre: a queda pode ser de 1,25%, para ficar em em 11% cravados. Vários órgãos de comunicação, acompanham o repórter. Garanto a primeira afirmação. Sobre a segunda, tenho duvidas, não confio na equipe econômica.

PS- Juízes se confrontam por causa da mulher de Sergio Cabral. Marcelo Bretas mandou prendê-la e solta-la. Um desembargador, mostrando que milhares de mulheres com filhos, estão na prisão, determinou que ela continuasse presa.

PS2- Ministra do STJ deu nova reviravolta, mandou que ficasse em prisão domiciliar. Mas estabeleceu: sem celular e sem internet.

PS3- Quem acredita que um jovem de 11 anos e outro de 14, vivam sem celular e sem internet?


Nenhum comentário:

Postar um comentário