Continuam os estragos causados pela desastrada Operação Carne Fraca
Captura de Tela 2017-04-19 às 15.38.38
Notícia do GlobalMeatNews, site inglês especializado no setor, informa que mais de mil pessoas nos Estados Unidos já assinaram uma petição contra a carne brasileira.
O movimento anti-Brasil foi lançado no dia 13 de abril, é apoiado pela indústria de carne norte-americana e precisa de cem mil assinaturas até o próximo dia 13 de maio, para ser enviado à Casa Branca e ter uma resposta oficial às suas demandas.
Para atingir a meta, usa argumentos falsos. Sem esclarecer que a suspensão foi temporária e já terminou, o movimento afirma que a União Europeia, o Canadá, o México e outros 12 países “baniram” a compra da “carne suspeita do Brasil”: “Só os Estados Unidos não fizeram isso”.
O site oficial da R-Calf, Ranchers-Cattlemen Action  Legal Fund – uma associação que diz “brigar pelo criador de gado independente norte-americano” –, que está à frente do movimento exibe fotos da Polícia Federal brasileira em ação. No final, uma frase diz ser “tempo de proteger a nós e nossas famílias das importações brasileiras inseguras”.
Captura de Tela 2017-04-19 às 15.39.58
CONTEÚDO!Brasileiros
Leia também as reportagens A Carne Não É Fraca e Operação Desmonte, publicadas na mais recente edição da Brasileiros.
Link curto: http://brasileiros.com.br/yhmsh
Tags: