domingo, 25 de junho de 2017

25/6 - E A PONTE PARTIU...


FONTE:Castor Filho <castorfilho@yahoo.com>

E A PONTE PARTIU...
Raul Longo
 
Rachou. Quebrou.
Ponte para futuro algum.
E agora? Agora que a ponte partiu?
Quem pagará o perdão da sonegação, ainda será a Previdência do pai ausente? A ausência da mãe terceirizada, esfalfada para a sobrevivência do filho sem escola?
Golpe pelo futuro de quem? Ponte pra onde?
Ponte do golpe para o futuro golpe?
A mãe que não pariu, o futuro de vinte cinco anos de contribuição, o perdão da sonegação. Vá tomar no olho do Itaú debaixo da ponte que te partiu!
Gilmar! Gilmar! Corre Gilmar! Traz o habeas corpus, chama o Jucá que a sangria não estancou!
A ponte!...
A carreira.  Carreira de metrô, carreira de pistas de aeroportos e tios clandestinos, de primos assassinos.
Toneladas de carreiras dispersa por ventanias de helicópteros e que Arcanjo algum recolhe, ninguém escolhe.
A ponte que dá no Brasil que não há. O Brasil que havia no G8 de 2012. O Brasil que não houve na foto do G20 de 2016.
A ponte da vergonha! Ponte dos difusos e sem destino. Ponte dos desatinos de coxas e tetas nuas que foram para a rua em jornadas para parar o Brasil, para rachar o Brasil. Aí foi só enfiar a Cunha e... Brotou a ponte que rachou.
Rachou o quê? Quebrou o quê de você mesmo? Um país sem temer o grito que explode em todas as gargantas e numa só voz: FOOOORAAAA!
Lula! Lula! Cadê a escritura, a lavratura, o registro dos bens móveis para certificar a propriedade dos pedalinhos? Traga os pedalinhos, Lula, que a ponte partiu e estão a temer. Peça a Dona Marisa que não permita que se afoguem. Não assim tão lentamente! Não assim tão rapidamente!
Peça à inocência de seu neto de 5 anos que perdoe os joguinhos que lhe tomaram e empreste o pedalinho que a bela e prendada do lar está a temer o lamaçal da vergonha no Paranoá. Tão bela e prendada afogando-se na lama do Paranoá.
A ponte do futuro que não leva nem a Niterói e não sai de Ipanema. Não tem em Copacabana. Uma ponte que se faz pó e dessa carreira já nada se aspira.
Andrea, Andrea... A queridinha do vovô que vergonha para o vovô! Que vergonha para o prédio do vovô! Vergonha para as vovós que bateram panelas.
Dilma! Não mais ilações e especulações de pedaladas nem delírios de cafungadas. “Meia tonelada de cafungada por um pedalinho!” Não seja leviana Dilma, o Atlântico à frente de Ipanema é vasto e terão de pedalar de verdade. Pedalar muito. Muitos ruminares de Reales e Bicudos caquéticos, de ira histérica e a fé de Dona Janaína, mãe das águas que chora as lágrimas da decepção de tantos e todos credos que se vendem por qualquer 45 mil dinheiros.
Janaínas Iscariotes de todos os pentecostes e PCCs de imorais Alexandres. Moraes tu onde não Moro que se não sabe de evangelhos dos Dallagnóis, resume-se entre convicções de power-point e descaso ao que decidi não vir ao caso.
Cunha! Ó grande trava que escancara a porta de todos os mistérios de Ministérios, agora que a ponte partiu serás o que a ruirá?
E tu, tão silente FHC? Filhote de Henry Kissinger, cria de Carlos Lacerda. Dizei-o tu, grande patrono de todas as traições! É pra agora teu grande golpe? La gran rentrée de teu “O Papel da Oposição”, oh mentor de todas as farsas?
A ponte que partiu se escreve com “P” de vá a Puta que te Pariu.
Golpe se escreve com “G” de Globo. Qualquer dúvida a respeito, conferir no anexo o abecedário do Brasil ensinado pela imprensa internacional.
E chega de analfabetos mentais! 
_____________________________________________________________________
 
 
De: Arialdo Pacello 
 
 
 Meirelles era do Conselho de Administração da JBS!
 
A grande bomba da qual a Globo nada falou: O atual ministro da Fazenda de Temer, Henrique Meirelles, era membro do Conselho de Administração da J&F. O contrato previa uma remuneração de até R$ 40 milhões para o ministro.
 
Vejam esta notícia divulgada pelo site da Revista FORUM, em 1º.junho.2016. E não me lembro que tenha tido qualquer repercussão na mídia. (E, mais abaixo, leiam mais detalhes no Diário do Brasil)
 
 
“Atual ministro da Fazenda de Temer assumiu, em 2012, o Conselho de Administração da J&F, holding que controla a Eldorado Brasil; empresa está sendo acusada de envolvimento no pagamento de propinas ao presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha
 
“Na manhã desta sexta-feira (1), [junho.2016], a Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão na sede da Eldorado Brasil, em São Paulo. A empresa de celulose é um dos alvos da ação que investiga um suposto recebimento de propina por parte do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha, que teria sido beneficiado por 12 operações de grupos empresariais que obtiveram aportes milionários do Fundo de Investimento do FGTS (FI-FGTS).
 
O que pouca gente lembra é que a J&F, durante o período investigado pela PF, contou com um nome de peso no comando dos negócios: o atual ministro da Fazenda de Michel Temer, Henrique Meirelles. O ex-presidente do Banco Central, desde março de 2012, está à frente do Conselho de Administração da J&F, a convite do empresário Joesley Batista.
 
“Segundo executivos que acompanharam o processo, o contrato previa uma remuneração anual de até R$ 40 milhões para o ministro. Na ocasião, foi confiada a Meirelles a elaboração de estratégias para expansão da empresa dentro e fora do país. Além de investir em vultuosas campanhas publicitárias, ele também transformou a holding em uma das maiores financiadoras de campanhas políticas do Brasil.
A íntegra da notícia:
 
Mas, se preferirem, fiquem com a notícia do Diário do Brasil:
“Meirelles trocou um salário de R$ 3,3 milhões no grupo JBS por um cargo de ministro? Amor ao país?
Havia um nome de peso no comando do conglomerado bilionário da Friboi: o atual ministro da Fazenda de Michel Temer
 
Só quero lembrar que Meirelles é banqueiro, tem uma aposentadoria do Banco de Boston de R$ 250.000,00 por mês, é ligado aos grandes empresários do Brasil e do mundo; é neoliberal. E está fazendo as reformas trabalhista e previdenciária para arruinar os trabalhadores.
 
Tomem cuidado com o segundo golpe que está sendo tramado: alguns querem que Temer caia, mas que a equipe econômica (neoliberal) fique (Meirelles, Parente...). Esta me parece ser a receita da Globo e dos poderosos que mandam no Brasil: banqueiros e empresários! Que o povo trabalhador esteja atento, e que os militares realmente patriotas estejam alertas! Pois a meta é entregar o Brasil, e arruinar sua soberania, e massacrar o seu povo! Os corruptos querem continuar dominando!
Cuidado!
Arialdo Pacello

Nenhum comentário:

Postar um comentário