quarta-feira, 19 de julho de 2017

19/7 - ANATOMIA DE UMA AMPUTAÇÃO HIDROGRÁFICA: O CASO DO PIUMHI

FONTE:Abreu <carantabreu@gmail.com>

ANATOMIA DE UMA AMPUTAÇÃO HIDROGRÁFICA: O CASO DO PIUMHI
"O HOMEM CHEGA JÁ DESFAZ A NATUREZA, TIRA GENTE PÕE REPRESA... E DIZ QUE TUDO VAI MUDAR..." (SÁ E GUARABYRA).

Prezado Amigo Flávio Abelha,

Muito agradeço a divulgação em seu blog de minha mensagem intitulada: BREGANEJO -  O ACHACADOR CARA DE PAU.

A propósito da menção que fiz naquela mensagem sobre a inundação total da cidade de Capitólio (caso não fosse construído o dique quando da construção da Hidroelétrica de Furnas), e com o propósito de melhorar esclarecer aos seus leitores, estou encaminhando um precioso estudo realizado por pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina sobre o Rio Piumhi.

No Brasil, como você bem sabe e ensina, muita coisa tem sido jogada para debaixo do tapete... e muitas outras sepultadas pelas águas. 

Agora, no último dia 15 de julho, completaram-se 55 anos da última missa celebrada na Barra Velha (encontro das águas do Rio Sapucaí com o Rio Grande).

Para garantir o progresso, os homens violentam a natureza. Mas a conta está chegando... 

Saudações,

Carlos Abreu

O CASO DO PIUMHI
http://www.transpiumhi.ufscar.br/historico.htm

BARRA VELHA - "E A ÁGUA SEPULTOU".
TAIRO FARIA




Nenhum comentário:

Postar um comentário