sábado, 8 de julho de 2017

8/7 - MAL ESTAR

FONTE:Abreu <carantabreu@gmail.com>
                                       MAL ESTAR

Prezado Eduardo Costa,

Fiquei sabendo, por terceiros, que o Eustáquio Ramos havia concluído a apresentação do programa Chamada Geral de ontem, sexta-feira, em razão de um mal estar que você sentiu nos estúdios.

Liguei hoje, sábado, para a Rádio Itatiaia e a Núbia informou-me que você estava bem e que fora uma "indisposição estomacal".
Como diriam no interior: "folguei em sabê-lo", mas te informo que também padeço de tal "sofrência", fruto de anos de correria e pouco cuidado com a alimentação.

Aproveito a oportunidade para agradecer a menção que você fez ao meu nome, como um defensor do bem público, conforme áudio de entrevista que me foi gentilmente enviado pela Eulália Alvarenga, quando vocês abordavam a questão da PBH Ativos.

Fiquei sabendo, também, que o "nefasto" ex-prefeito da capital esperneou, chegando a te ligar para reclamar da entrevista. Tem gente que não se enxerga: o cara fica 8 anos na prefeitura, o candidato por ele apoiado fica em quarto lugar no primeiro turno, e o guabiru ainda tem a pretensão de ser candidato ao Governo do Estado de Minas Gerais.
Uma praga que nem mora em Belo Horizonte (mora no Condomínio Retiro das Pedras, que é município de Nova Lima). Deveria se candidatar ao cargo de síndico, mas penso que ele não ganharia nem para ser Diretor Pirotécnico (soltador de foguete em festa junina).

Meu amigo, tudo o que a Eulália falou a propósito da PBH Ativos, com propriedade e conhecimento de causa, está sendo comprovado pela "silenciosa e implacável linguagem dos fatos". Em auditoria usamos a expressão "eventos subsequentes" para descrever e quantificar transações que comprovam o que está expresso nas demonstrações financeiras de uma empresa.

Ao invés de me esgrimar com o "nefasto cachorro morto" e seus apaniguados, optei por investigar a "outra ponta do fio da meada"; e já antecipo que vocês irão se deliciar, e estarrecer, com os "eventos subsequentes"
E o melhor: tudo foi publicado.

Em verdade, as tais "UMEIS" foi "UMMEI" inventado por essa canalha para tomar dinheiro do povo.

Por óbvio, Eulália, você e o meu mano, serão os primeiros a serem informados dos fatos, tão logo eu tenha organizado todos os números, o que irá me exigir algumas pesquisas na Imprensa Oficial e em jornais da capital, pois quero ter, em mãos, "as provas materiais impressas".

Como ensina o preceito bíblico:

"A justiça de DEUS está mais perto do pecador, do que a pálpebra dos olhos".

Um grande abraço, melhoras e vida longa.

Saudações,

Carlos Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário