quarta-feira, 2 de agosto de 2017

2/8 - Pragmatismo Político DE 1/8

Pragmatismo Político


Posted: 01 Aug 2017 07:10 AM PDT
Michel Temer aplaude puxador de palmas
O presidente Michel Temer pediu um “puxador de palmas” no Palácio do Planalto, durante cerimônia na última semana para comemorar assinatura da concessão de quatro aeroportos (Fortaleza, Porto Alegre, Salvador e Florianópolis).
Uma hora antes da cerimônia, pesquisa CNI/Ibope mostrou que a aprovação de sua gestão é de apenas 5%, a pior desde o fim da ditadura. E, nesta quarta-feira (2), a Câmara deve votar se a denúncia por corrupção passiva contra o peemedebista vai prosseguir.
O índice de rejeição a Temer — os que consideram o governo “ruim ou péssimo” — chegou a 70%. Confiam no presidente apenas 10% da população, segundo a pesquisa, e 52% consideram que seu governo é pior do que o de Dilma Rousseff.
“Aliás, estavam faltando palmas, viu? Eu disse aqui ao Moreira e ao Padilha que na próxima vez vamos trazer um puxador de palmas. Alguém bate palmas e outros batem”, disse o presidente durante a cerimônia no Planalto, após pedir palmas para ministros.
Em uma gafe, ele chamou o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, de “secretário”, em seu terceiro dia à frente da pasta.
“Mas aqui as palmas, eu sempre digo, vieram do coração, do reconhecimento”, emendou, dizendo que as palmas são “a voz mais eloquente do corpo”.
O peemedebista prometeu que aprovará três reformas: previdenciária, tributária e política. A primeira está emperrada na Câmara há quase três meses. Já a tributária foi prometida no último dia 17 em “brevíssimo tempo”, a despeito de ter sido prometida pelo próprio Temer em março.
A política, por sua vez, ainda tramita no Congresso. Em junho do ano passado, ainda no governo interino, Michel Temer também dissera que queria essa reforma em “brevíssimo tempo”.
“Se conseguirmos realizar essas três, como conseguiremos, essas três novas reformas, ninguém poderá dizer que nós passamos em branco nesses dois anos e pouco de governo”, garantiu o presidente.
Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook
O post Michel Temer pede ‘puxador de palmas’ após rejeição recorde no Ibope apareceu primeiro em Pragmatismo Político.
Posted: 01 Aug 2017 07:00 AM PDT
Reitor ameaçado de morte Lula
Reitor Jairo José Campos da Costa
O reitor da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), Jairo José Campos da Costa, afirmou ter sofrido ameaça de morte por ter concedido título de Doutor Honoris Causa ao ex-presidente Lula.
A homenagem está prevista para ocorrer neste mêes de agosto. De acordo com Costa, a ameaça foi realizada por meio de ligação telefônica atendida pela secretária-executiva da Uneal, no telefone fixo da instituição.
O reitor, que divulgou nota pública sobre o episódio (veja íntegra abaixo), diz ter aberto boletim de ocorrência para que a polícia apure o caso.
Além disso, afirmou ter solicitado o rastreamento da ligação telefônica e comunicou o fato ao governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB), para que providências sejam tomadas pelo governo local. Costa também disse estar sob proteção do Estado.
“Lamento, profundamente, que tenhamos que conviver com tais posturas fraudadas no ódio e contra a integridade e dignidade humana”, desabafou.
Lula já foi homenageado com mais de 50 títulos de Doutor Honoris Causa no Brasil e no mundo. Atualmente o ex-presidente lidera a lista de presidenciáveis para 2018 de acordo com as principais pesquisas de intenção de voto do país.
Leia íntegra da nota do reitor:
“Venho, através da presente postagem, tornar público a comunidade acadêmica da Universidade Estadual de Alagoas – UNEAL e à sociedade alagoana, que ontem, quando eu voltava do almoço para a Reitoria, aproximadamente, às 14h30min., a Secretária Executiva da UNEAL recebeu uma ligação no telefone fixo da Instituição, ameaçatória, destinada a mim, afirmando que eu seria um homem morto, no primeiro dia após a concessão do título de Doutor Honoris Causa ao ex-presidente Lula, prevista para o mês de agosto.
Como realizarei, mesmo, a concessão do ato, aprovado, democraticamente, respeitando todas as normas regimentais da UNEAL, por 100% do Conselho Superior, órgão máximo de deliberação da Instituição que represento, com resolução publicada no Diário Oficial de Alagoas ainda em 2012, tomei os seguintes encaminhamentos:
1-Abri um boletim de ocorrência-BO na delegacia civil de Arapiraca. (Fui acompanhado pelo advogado da UNEAL, a secretária executiva, a assessora de comunicação e a pró-reitora de gestão e planejamento);
2-O advogado solicitou o rastreamento da ligação para identificar a procedência da ligação e demais providências de investigação;
3-Comuniquei ao excelentíssimo senhor governador Renan Filho para que, junto com a Secretaria de Defesa Social de Alagoas, tomem as medidas cabíveis.
Lamento, profundamente, que tenhamos que conviver com tais posturas fraudadas no ódio e contra a integridade e dignidade humana. Não bastassem os problemas de toda ordem ora vividos pelos gestores das Universidades públicas brasileiras, em função das recentes posturas políticas relacionadas ao cumprimento de nossas missões institucionais.
Comunico aos meus familiares e amigos que tenho buscado a tranquilidade que o caso requer e, como homem público que sou, estou sob controle e proteção do Estado.
Espero continuar seguindo o curso da vida e de minha missão concedida pela maioria da comunidade acadêmica da Universidade Estadual de Alagoas – UNEAL.”
Prof. Jairo José Campos da Costa
Reitor da Universidade Estadual de Alagoas – UNEAL”
Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook
O post Reitor homenageia Lula e é ameaçado de morte apareceu primeiro em Pragmatismo Político.
Posted: 01 Aug 2017 06:42 AM PDT
bebê Charlie Gard
Morreu na última sexta-feira (28) aos 11 meses o bebê Charlie Gard, que sofria de uma doença incurável. Ele estava internado em um hospital de Londres, no Reino Unido, e sofria de uma síndrome rara e incurável.
Os pais de Charlie Gard disseram que o principal hospital pediátrico do Reino Unido havia negado seu desejo final de decidir os arranjos para a morte do filho.
Depois de uma batalha judicial que provocou um debate global sobre quem tem o direito moral de decidir o destino de uma criança doente, um juiz ordenou na quinta-feira que Charlie fosse levado para uma clínica onde os aparelhos que o mantêm vivo seriam desligados.
Seus pais haviam procurado primeiro levá-lo para casa, mas o hospital Great Ormond Street disse que não seria possível devido aos equipamentos necessários para o bebê. Depois, eles pediram por alguns dias em uma clínica ao lado do filho para despedir-se dele.
Mas eles não conseguiram encontrar médicos para supervisionar um período prolongado de tempo e, por isso, um juiz decidiu que Charlie fosse levado para uma clínica para morrer.
“O hospital nos negou o nosso último desejo”, disse a mãe de Charlie, Connie Yates, segundo a BBC.
“Apesar de nós e nossa equipe jurídica trabalharmos incansavelmente para organizar esta tarefa quase impossível, o juiz ordenou contra o que decidimos e concordou com o que o hospital pediu”, disse. “Isso, consequentemente, nos deu muito pouco tempo com nosso filho”.
O Great Ormond Street, um centro pediátrico pioneiro, disse que lamentava profundamente a ruptura nas relações com os pais de Charlie, em um caso que envolveu meses de disputa legal e ganhou comentários do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e do papa Francisco.
“A maioria das pessoas nunca terá que passar pelo que passamos, não tivemos nenhum controle sobre a vida do nosso filho e nenhum controle sobre a morte do nosso filho”, disse a mãe de Charlie.
“Nós só queríamos paz com o nosso filho, sem hospital, sem advogados, sem tribunal, sem mídia, apenas tempo de qualidade com Charlie longe de tudo, para dizer adeus a ele da maneira mais amorosa”.

Morte

Após a confirmação da morte, o Papa Francisco postou no Twitter uma mensagem, na qual diz: “confio o pequeno Charlie ao Pai e rezo por seus pais e por todos que o amaram”.
Apesar de inconformada com os últimos momentos do seu filho, Connie Yates publicou a seguinte mensagem após a morte do pequeno: “Nosso lindo bebê se foi. Nós estamos muito orgulhosos de você, Charlie”.
Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook
O post Pais do bebê Charlie Gard dizem que hospital negou “último desejo” apareceu primeiro em Pragmatismo Político.
Posted: 01 Aug 2017 06:00 AM PDT
Amanda Nasser professora sexo aluno
A professora Amanda Nasser
Uma professora de escola de ensino médio de Louisa (Virgínia, EUA) pode ser condenada a até 230 anos de prisão por ter feito sexo com um aluno de 15 anos, no furgão do pai dela, e ter enviado ao menor e recebido dele fotos em que ambos aparecem nus.
O caso entre os dois durou de 18 a 26 de setembro do ano passado, de acordo com a emissora WTVR. Nesta semana, Amanda Nasser, de 31 anos, declarou-se culpada em um tribunal.
A investigação mostrou que Amanda, que é divorciada e tem três filhos, pôs uma cama na traseira do furgão. Ela e o aluno fizeram sexo no veículo em várias oportunidades.
O promotor Rusty McGuire classificou a professora como uma “perigosa predadora”.
“Esperamos que esse caso deixe uma forte mensagem: se abusar de crianças no condado de Louisa você sofrerá sérias consequências”, disse ele.
Não ficou esclarecido como a polícia descobriu o envolvimento sexual entre Amanda e o aluno.
A pena será proferida nas próximas semanas. No mínimo, a ré pegará 7 anos de cárcere.

Outro caso

Nesta semana, uma professora de física do Reino Unido que fez sexo com um aluno adolescente em um banheiro de avião foi proibida de ensinar indefinidamente.
O jovem fazia parte de uma turma de escola de Bristol (Inglaterra) que voltava de uma visita ao Large Hadron Collider (LHC), o famoso acelerador de partículas localizado em Genebra (Suíça), em julho de 2015.
O caso foi descoberto após denúncia de outro aluno da escola. Eleanor Wilson, de 28 anos, estaria alcoolizada a bordo do avião, após tomar cinco garrafinhas de vinho. A investigação descobriu que Eleanor e o estudante fizeram sexo sem proteção.
Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook
O post Professora que fez sexo com aluno pode pegar 230 anos de prisão apareceu primeiro em Pragmatismo Político.

Nenhum comentário:

Postar um comentário