quinta-feira, 3 de agosto de 2017

3/8 - O CAFEZINHO (EXTRA) de HOJE

 
 
["Miguel Barbosa"]
 
 
Lava Jato entra em jogo para abafar repercussão negativa de vitória de Temer na Câmara
 
O sub-Moro carioca, o juiz Marcelo Bretas,  que condenou o almirante Othon a 43 anos de prisão, e que comanda a Lava Jato no estado, está cumprindo direitinho sua missão.
 
No dia seguinte à vitória de Michel Temer na Câmara, cuja repercussão política no imaginário popular seria a vitória da impunidade, o judiciário tratou de agir para apagar os rastros do golpe. 
 
Bretas deflagrou outra fase da Lava Jato prende um ex-secretário de Obras do prefeito Eduardo Paes, com base puramente na delação de executivos da empreiteira. 
 
Além disso, impõe-se ao imaginário popular que o Rio quebrou por causa da "corrupção", e não porque o núcleo econômico do estado - as indústrias ligadas ao setor de óleo e gás - foi implodido. 
 
Na Folha, vemos, na capa, um grande anúncio do Ministério da Educação, cujo custo poderia, talvez, pagar alguns meses de salários dos servidores e professores da UERJ que estão sem receber. 
 
 
 
 
Receber Cafezinho Spoiler por Whatsapp (R$ 30)
 
 
Faça uma assinatura do Cafezinho, para manter o blog sempre forte e independente! Clique aqui! 
 
 
 
 
Este e-mail foi enviado para jfabelha@terra.com.br
Você recebeu este e-mail porque está registrado no blog O Cafezinho
 
 
Enviado pela
SendinBlue
 
 
© 2017 Miguel Barbosa
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário