23/5 - A vida conturbada da bilionária brasileira Lily Safra

FONTE:http://www.anjodeduascaras.com

A vida conturbada da bilionária brasileira Lily Safra


A famosa revista Forbes publicou as 22 mulheres mais ricas da Europa. Entre as mulheres mais ricas encontra-se casa dos bilhões de dólares estão a brasileira Lily Safra e a escritora J.K. Rowling, autora de Harry Potter.

A brasileira Lily Safra, residente de Mônaco, é viúva do bilionário ex-banqueiro Edmond Safra e aparece na 21ª colocação, com uma fortuna de US$ 1 bilhão. A socialite brasileira divide seu tempo entre Londres e Nova York.

Conforme publicação na Enciclopédia Wilkipédia Lily Safra destaca-se pelo mundo pelas suas participações filantrôpicas e por contribuições que tem dado a diversas fundações, tais como:


- Presidente da Fundação Filantrópica Edmond J. Safra
- Membro da direção da Fundação Michael J. Fox para pesquisas de Parkinson
- Membro da direção do Museu de Arte Moderna de Nova York
- Membro da direção da Orquestra Filarmônica de Israel
- Membro da direção do Fundo de Artes de Somerset House
- Membro da direção do Museu do Patrimônio Judeu

Filha de judeus russos que migraram para o Brasil no início do século XX, ela é uma das mulheres mais ricas do mundo. Vive entre a Suíça, a França, a Inglaterra, Mônaco e os Estados Unidos, freqüenta os mais requintados salões e convive com toda espécie de potentados. É considerada uma das maiores colecionadoras de antiguidades do planeta e autoridade suprema no mobiliário europeu do século XVIII.

Reportagem da revista Veja afirma que Lily tinha 19 anos quando se casou com Mario Cohen, um argentino milionário fabricante de meias de náilon. O casal morou no Brasil, no Uruguai e na Argentina e teve três filhos: Adriana, Eduardo e Cláudio.
Casa de Lily Safra na Côte d’Azur, sul da França, foi vendida por 500 milhões euros (cerca de R$ 1,2 bilhão) a um bilionário russo.

O casamento com Cohen não durou muito. Numa festa, Lily conheceu Alfredo Monteverde, dono das lojas Ponto Frio. Apaixonou-se perdidamente por Lily. Ela largou o marido e mudou-se para o Rio. Mario Cohen caiu numa depressão da qual nunca mais se recuperou.Em 1969, Alfredo Monteverde foi encontrado em casa, morto com um tiro no tórax. A conclusão da polícia foi de que Monteverde se suicidou.

Lily mudou-se para Londres e passou a viver dos rendimentos de sua participação no Ponto Frio. Foi em Londres que conheceu Edmond Safra. Mas a união de Edmond com Lily provocou na família Safra. Joseph e Moise, os irmãos mais novos, muita revolta e a contragosto, Edmond acabou se afastando de Lily.

O casamento de Lily com o empresário inglês Samuel Bendahan, que iria durar apenas um ano, acabou precipitando a volta dela aos braços de Edmond. "Ela teve a frieza de enfrentar um casamento de fachada apenas para provocar uma ação de Edmond, como sustentam alguns amigos, e a manobra funcionou".

Lily voltou a encontrar-se com Edmond e os dois quarentões se casaram em 1976. O casamento se manteve por 23 anos, durante os quais Lily e Edmond habitaram o rarefeito topo da alta sociedade internacional.

O jornalista americano Dominick Dunne é colunista social e repórter investigativo. Dedicou muito tempo da sua vida profissional investigando a morte do multibilionário banqueiro Edmond Safra, irmão dos donos do Banco Safra brasileiro. Sua morte segundo ele foi um tanto estranha e muitos pontos foram mal esclarecidos.

Um incêndio devastou a luxuosa cobertura em que moravam. Uma das questões que mais chamaram a atenção do jornalista foi o fato de a polícia nunca ter investigado a sério a hipótese de o apartamento de Edmund Safra ter sofrido um ataque de um incendiário profissional. "Os amigos de Safra não gostam de comentar o assunto, mas dão a entender que não acreditam na versão oficial".

As autoridades de Mônaco concluíram que o fogo começou numa lata de lixo e teria sido ateado propositadamente pelo enfermeiro Ted Maher. O objetivo do enfermeiro, metido numa disputa de ego com seus superiores, seria simplesmente chamar a atenção. Detido em flagrante, Maher foi preso em Mônaco, onde passou oito anos numa cana com vista para o mar para que não se fale mais no assunto.

Várias hipóteses foram levantadas inclusive a que dois homens armados com facas invadiram seu apartamento em Monte Carlo. Safra conseguiu fugir para o banheiro, onde trancou-se à espera de socorro. Houve um incêndio, que rapidamente destruiu parte do apartamento e deixou Safra ilhado. A fumaça entrou no banheiro e ele morreu asfixiado.Uma empregada da família morreu junto com Safra.

O tempo é o dono da verdade e certamente muitas destas tragégias serão devidamente esclarecidas. Edmundo Safra dizia "Meu pai me ensinou que, se você empresta dinheiro demais a alguém, transforma um homem bom em um homem mau." Safra não teve filhos. "Os bancos são minhas crianças, minha vida".(Dinheiro Online)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

20/7 - Direita já se articula para 2020 no Rio

FONTE: https://istoe.com.br/direita-ja-se-articula-para-2020-no-rio/                                              Direita já se articu...