31/3 - Moro mentiu e grampeou advogados

FONTE:http://www.conversaafiada.com.br/brasil/grampos-moro-e-desmentido-por-operadora


Você está aqui: Página Inicial Brasil Moro mentiu e grampeou advogados

Moro mentiu e grampeou advogados

O que diria a extinta OAB?
publicado 31/03/2016
moro corda.jpg
No Conjur:

Operadora informou juiz Sergio Moro sobre grampo em escritório de advocacia

A operadora de telefonia que executou a ordem para interceptar o ramal central do escritório de advocacia Teixeira, Martins e Advogados já havia informado duas vezes ao juiz federal Sergio Fernando Moro que o número grampeado pertencia à banca, que conta com 25 advogados. Apesar disso, em ofício enviado ao Supremo Tribunal Federal nesta semana, Moro afirmou desconhecer o grampo determinado por ele na operação “lava jato”.

Dois ofícios enviados pela Telefônica à 13ª Vara Federal de Curitiba, no dia 23 de fevereiro (quando foram determinados os grampos) e outro do dia 7 de março (quando foram prorrogadas as escutas), discriminam cada um dos números que Moro mandou interceptar. Os documentos deixam claro que um dos telefones grampeados pertence ao Teixeira, Martins e Advogados, descrevendo, inclusive, o endereço da banca.

Os documentos estão no processo que determinou a quebra do sigilo também dos telefones do Instituto Lula e de seu presidente, Paulo Okamotto; do Instituto de Pesquisas e Estudos dos Trabalhadores; bem como de Vania de Moraes Santos, Elson Pereira Vieira e Clara Ant.

Os ofícios colocam em xeque a afirmação feita por Moro em documento enviado ao Supremo no último dia 29, no qual o juiz confirma ter autorizado o grampo no celular do advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Roberto Teixeira, mas diz não saber das interceptações telefônicas do seu escritório.

(...)
Conteúdo relacionado
Moro, tadinho, pede desculpas ao STF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

15/10 - STF faz julgamento de norma constitucional que vem descumprindo

FONTE: https://www.causaoperaria.org.br/lula-stf-segunda-instancia-3/ Fora da Lei STF faz julgamento de norma constitucional q...