27/3 - Acredite se quiser: Moro defende estudo de redução do imposto de cigarros e diz que foco é saúde

FONTE:https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/acredite-se-quiser-moro-defende-estudo-de-reducao-do-imposto-de-cigarros-e-diz-que-foco-e-saude/

                                                      

Acredite se quiser: Moro defende estudo de redução do imposto de cigarros e diz que foco é saúde

Publicado em 27 março, 2019 7:18 pm
O ministro da Justiça, Sergio Moro, durante audiência na CCJ do Senado Foto: Geraldo Magela/Agência Senado
Reportagem de Daniel Gullino e Amanda Almeida no Globo informa que o ministro da Justiça, Sergio Moro, defendeu nesta quarta-feira o grupo de trabalho criado por ele para analisar a redução de impostos de cigarros fabricados no Brasil. De acordo com Moro, a intenção é reduzir a compra de cigarros contrabandeados no Brasil, mas desde que isso não leve a um aumento geral do consumo. Esse aumento, no entanto, é justamente a preocupação que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, expressou nesta quarta.
De acordo com a publicação, o objetivo do grupo, segundo portaria publicada na terça-feira no Diário Oficial da União, é “diminuir o consumo de cigarros estrangeiros de baixa qualidade, e o contrabando e os riscos à saúde dele decorrentes”. O grupo será formado por representantes da Polícia Federal, Secretaria Nacional do Consumidor, Assessoria Especial de Assuntos Legislativos, Ministério da Saúde e Ministério da Economia. Daqui a três meses, eles terão de apresentar a Moro um relatório com conclusões.
Moro foi questionado sobre o assunto nesta quarta, durante audiência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. O ministro garantiu, contudo, que o foco é a saúde pública, e que a ideia é apenas substituir os cigarros contrabandeados por brasileiros, completa o Jornal O Globo.
Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

15/9 - EXCLUSIVO. Quinze votos e uma reflexão, de Edson Fachin e Christine Silva

FONTE: https://osdivergentes.com.br/                                    OS DIVERGENTES EXCLUSIVO. Quinze votos e uma reflexão, d...