6/4 - “Se homens engravidassem, aborto já estaria resolvido”, diz Barroso



FONTE:https://www.metropoles.com/brasil/direitos-humanos-br/se-homens-engravidassem-aborto-ja-estaria-resolvido-diz-barroso

Metrópoles

“Se homens engravidassem, aborto já estaria resolvido”, diz Barroso

Durante evento nos Estados Unidos, ministro do Supremo reafirmou posição favorável ao direito da mulher de interromper a gravidez

CARLOS HUMBERTO/STFPin this!
CARLOS HUMBERTO/STF
Da Redação
 
Bem vindo ao Player Audima. Clique TAB para navegar entre os botões, ou aperte CONTROL PONTO para dar PLAY. CONTROL PONTO E VÍRGULA ou BARRA para avançar. CONTROL VÍRGULA para retroceder. ALT PONTO E VÍRGULA ou BARRA para acelerar a velocidade de leitura. ALT VÍRGULA para desacelerar a velocidade de leitura.Ouça este conteúdo
100%

MAIS SOBRE O ASSUNTO
O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso afirmou neste sábado (6/4) que o debate em torno da legalização do aborto estaria resolvido “há muito tempo” caso os homens engravidassem. Barroso, que é favorável à legalização do aborto, considera que a criminalização prejudica de forma desproporcional as mulheres pobres que não têm acesso ao sistema público de saúde.

“Porque se só a mulher engravida, para ela ser verdadeiramente igual ao homem, ela tem que ter o direito de querer ou não querer engravidar. E, se homens engravidassem, esse problema já estaria resolvido há muito tempo”, declarou, durante o debate “+Tolerância: relações entre Estado e religião no Brasil” integrante do evento Brazil Conference, promovido por alunos brasileiros das universidades de Harvard e MIT (Massachusetts Institute of Technology), nos Estados Unidos. O vídeo foi divulgado pelo portal UOL.
Também participaram do painel a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, e a deputada federal Geovania de Sá (PSDB-SC). Segundo Barroso, o aborto diz respeito às crenças religiosas das pessoas e aos direitos fundamentais das mulheres. O ministro acrescentou que a decisão sobre a interromper uma gravidez é intrínseca às liberdades sexual, reprodutiva e de autonomia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

18/6 - VÍDEO - Bom dia 247 (18.6.19): E Moro quebrou a Odebrecht

FONTE:https://youtu.be/p2B-JKHqkFw Bom dia 247 (18.6.19): E Moro quebrou a Odebrecht TV 247 Stream ao vivo realizado há 6 h...