29/5 - O chanceler da ignorância pomposa e seus “termostatos do asfalto”

FONTE:http://www.tijolaco.net/blog/o-chanceler-da-ignorancia-pomposa-e-seus-termostatos-do-asfalto/




O chanceler da ignorância pomposa e seus “termostatos do asfalto”

Não saber não é vergonha.
Falar peremptoriamente sem saber, é.
O energúmeno que ocupa o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, hoje, na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, criou uma nova explicação sobre o fenômeno do aquecimento global.
Segundo ele, os registros de aumento da temperatura estão acontecendo porque, agora, os “termostatos” estão mais “perto do asfalto”.
O vídeo está ao final, para atestar a estupidez.
O sujeito que vai discutir os problemas climáticos mundiais e que se arvora em recusar centenas, milhares, dezenas de milhares de estudos de cientistas sequer sabe que “termostato” não é instrumento de medição de temperatura, mas de manutenção de um  determinado grau de temperatura em equipamentos ou ambientes.  É coisa do cotidiano: é usado no ar condicionado, no automóvel, para ligar a ventoinha e em fornos, domésticos ou industriais, entre outras aplicações.
O que mede temperatura é termômetro. Isso, aquele que a gente sacudia para baixar e não sacode mais, porque proibiram os de mercúrio. É uma coisa recente: foi inventado por Galileu Galilei no século 16, talvez o Ernesto Araújo ainda não tenha tido a oportunidade de conhecer.
Os termômetros usado nas estações meteorológicas, usados para registrar máximas, mínimas e médias de temperatura seguem uma rigorosíssima regra de instalação, que garante padrões o mais possível constante de coleta de dados.
Para o senhor ficar ciente, transcrevo um trechinho de uma explicação do Inmet – Instituto Nacional de Meteorologia -sobre isso:
“As instalações das ECP [ Estação Climatológica Principal ] são absolutamente iguais em todo lugar. A isso chamamos padronização. Como reflete mais que qualquer outra, a cor branca protege os equipamentos contra o aquecimento provocado pelas próprias instalações; analogamente, sendo a madeira um bom isolante térmico, ela interfere menos nas condições ambientais. Também a superfície gramada é para evitar excesso de aquecimento do solo, impedindo-o de se tornar uma fonte de calor artificial. Importante destacar que todas as ECP’s são igualmente construídas com os mesmos materiais, mesma cor, mesmas dimensões e mesma orientação norte-sul, possuindo, ainda, os mesmos instrumentos. Somente assim os dados observados poderão ser comparados entre si, uma exigência da ciência!”
Agora que o senhor viu que não sabe nada e fala muita bobagem, faça um exercício de humildade. Será que gente que dedica a vida ao estudo do clima não sabe que asfalto e prédios colados aos termômetros iriam interferir nas medições?
Acha que são idiotas irresponsáveis como o senhor?
Dói saber que é este o nível do chefe de uma diplomacia que tem, entre seus deveres, participar de acordos climáticos.
O ídeo desta baboseira está abaixo e, na íntegra, aqui.



Parece mentira, mas não é! Ministro das Relações Exteriores justifica que o aumento da temperatura global se deu porque agora os termostatos estão mais perto do asfalto. 🤦‍♀️

516 pessoas estão falando sobre isso

  •  
  •  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

18/6 - VÍDEO - Bom dia 247 (18.6.19): E Moro quebrou a Odebrecht

FONTE:https://youtu.be/p2B-JKHqkFw Bom dia 247 (18.6.19): E Moro quebrou a Odebrecht TV 247 Stream ao vivo realizado há 6 h...