31/5 - O terrorismo ajuda a afundar o PIB, diz economista

FONTE:http://www.tijolaco.net/blog/o-terrorismo-ajuda-a-afundar-o-pib-diz-economista/




O terrorismo ajuda a afundar o PIB, diz economista

Recomendo a leitura do artigo do professor Rogério Furquim Werneck da Economia da PUC do Rio de Janeiro, uma escola de nítido viés neoliberal. Nele, sob ótica econômica, chama-se a atenção sobre os danos que estão sendo causados ao país – que vão além da ruína institucional – pela tática de produzir um ‘terrorismo’ para viabilizar a reforma da Previdência.
Afinal, é a única tecla que tocam governo e equipe econômica em matéria de planos para o país, tecla devidamente ecoada por um jornalismo econômico especializado em jamais ir além da aritmética.
Diz Werneck:
Levará algum tempo até que se possa entender com clareza por que o círculo virtuoso de recuperação da economia, antevisto no início do ano, se mostrou tão decepcionante. Mas, entre as possíveis explicações, não poderá deixar de constar o efeito deletério da atemorização exagerada do país a que o governo recorreu, para viabilizar a reforma da Previdência. Não tendo conseguido produzir uma narrativa crível de aprovação da reforma, o governo tentou compensar essa falha com uma atemorização desmesurada, que teve impacto devastador sobre decisões de investimento.
O economista afirma que “ao brandir a iminência do caos, ajudaram a atrofiar ainda mais o que restava do já raquítico crescimento da economia” e se espanta com a “a gritante incapacidade do governo de mobilizar o vasto apoio parlamentar de centro direita com que poderia contar”, até porque jamais, nas últimas décadas, houve um Congresso tão conservador e insensível socialmente quanto este.
Mas não é uma surpresa, é uma fatalidade. O governo que se instituiu pelo ódio e pela negação, só pelo ódio e pela negação sabe se sustentar. Não é um acesso de fúria, é um método de firmar-se pela intimidação.
Cpomo dizem os próprios economistas, o fenômeno observado por Werneck, está “em linha” com o que registrei no post anterior, sobre a entrevista de Bolsonaro à Veja: não há nenhum plano para o país senão o de submetê-lo à chantagem do medo.
  •  
  •  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

19/6 - Greenwald e o depoimento de Moro. “Ele disse pouco”

FONTE: http://www.tijolaco.net/blog/greenwald-e-o-depoimento-de-moro-ele-disso-pouco/ Greenwald e o depoimento de Moro. “Ele disse pouco...