31/5 - Chefe da comunicação do governo Bolsonaro recomenda a anunciantes que não invistam na Globo ​ ​

FONTE:https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/chefe-da-comunicacao-do-governo-bolsonaro-recomenda-a-anunciantes-que-nao-invistam-na-globo/

                                           

Chefe da comunicação do governo Bolsonaro recomenda a anunciantes que não invistam na Globo

Publicado em 31 maio, 2019 8:58 pm
Fabio Wajngarten‏ e Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/Twitter
De Fabio Wajngarten‏ no Twitter, comentando ataque de Silas Malafaia ao jornalista Guilherme Amado da revista Época da Globo:
Para alguns poucos orar pela recuperação de uma Filha, ainda que na esfera espiritual, vira notícia. Se isso estiver dentro dos princípios editoriais do Grupo do Jornalista, eu recomendo que anunciantes revejam investimentos no referido Grupo de Comunicação.

31/5 - Reitoria da UFRJ senta a pua em ministro da Educação idiota



Reitoria da UFRJ senta a pua em ministro da Educação idiota
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, durante entrevista coletiva sobre o Sistema de Avaliação da Educação Básica_Saeb.

VOCÊ ESCREVE

Reitoria da UFRJ senta a pua em ministro da Educação idiota


31/05/2019 - 20h55

Sobre performance do ministro da Educação em relação ao Museu Nacional
Nesta quinta-feira, 30/5, o ministro da Educação gravou em vídeo uma performance musical para tratar dos recursos destinados ao Museu Nacional, instituição acadêmica de prestígio mundial.
Seu comportamento e declarações estão em desconformidade com o ethos acadêmico praticado pela comunidade científica e pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, da qual o museu faz parte.
A UFRJ solicitará ao ministro que preste esclarecimentos sobre o trecho em que menciona o reitor, afirmando que este “não conseguiu explicar” o ocorrido.
Surpreende-nos que o ministro desconsidere o laudo técnico divulgado pela Polícia Federal sobre as circunstâncias do incêndio, bem como o trabalho desempenhado pelo Tribunal de Contas da União, Ministério Público Federal e sindicância interna conduzida por renomados especialistas da UFRJ, sobre as causas do ocorrido.
Em todas essas iniciativas, a Reitoria é parte ativa dos esclarecimentos, diagnósticos, estudos e soluções para a reconstrução, assim como, antes do incêndio, foi ativa na captação de R$ 20 milhões para a adequação de infraestruturas e elaboração de projetos para realizar melhorias na infraestrutura e na preservação dos acervos.
UFRJ tem 7 projetos vinculados à emenda de bancada aprovada por parlamentares do Rio
Em relação ao bloqueio de recursos, é importante explicar que:
— No dia 4/9/2018, dois dias após o incêndio, o Museu Nacional recebeu a solidariedade da bancada federal de deputados do Rio de Janeiro, em reunião coordenada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Na ocasião, a UFRJ conseguiu o compromisso da bancada para aprovar emenda impositiva de R$ 55 milhões para recuperação da instituição;
— No final de março deste ano, o Governo Federal determinou aos deputados federais que fizessem contingenciamento de todas as emendas impositivas de bancada. No dia 8/4/2019, a UFRJ identificou o bloqueio no valor de R$ 11.896.500,00 sobre a emenda relativa ao Museu Nacional;
— No dia 2/5/2019, a Universidade sofreu bloqueio do orçamento discricionário no valor de R$ 114.041.506,00, dedicado ao funcionamento de rotina (energia elétrica, gás, esgoto, alimentação e segurança, entre outros);
— É importante registrar também que, sobre o valor restante da emenda, de R$ 43.103.500,00, a UFRJ ainda não obteve a liberação de nenhuma cota de limite de empenho para sua devida execução. O provisionamento de recursos é de crucial importância para que os processos licitatórios gerem confiança nos concorrentes, atraindo as empresas com melhores preços e maior capacidade de execução contratual;
— A UFRJ vem trabalhando na preparação do projeto e planejamento para o uso desses recursos e, em atendimento a um ofício circular do MEC (nº 19/2019/GAB/SPO/SPO-MEC), de 6/5/2019, enviou para o ministério, em 29/5/2019, um Plano de Trabalho, informando que não há impedimento de ordem técnica para sua execução;
— Em relação às licitações a serem custeadas com os recursos da emenda parlamentar de bancada, a modalidade escolhida pela administração foi a de Regime Diferenciado de Contratação (RDC) Integrado, abrangendo:
1) anteprojeto para a construção de edifício com três blocos, atendendo às necessidades administrativas, acadêmicas, de pesquisas, de manutenção e guarda de acervo do Museu Nacional e suas unidades acadêmicas, totalizando 8.000 metros quadrados de área construída;
2) projeto para subestação elétrica 3.000 KVA;
3) projeto para reservamento (cisternas) de água com a capacidade de cerca de 100.000 litros e sistema de reúso sustentável de águas pluviais e cinzas;
4) projeto para cercamento (gradil) e sistema de segurança patrimonial (câmeras);
5) projeto para estacionamento e arruamentos internos ao terreno;
6) projeto para guarita de segurança, informática e brigada de incêndio, de aproximadamente 300 metros quadrados;
7) obra de reconstrução do Bloco 1 – restauração de telhados, recuperação estrutural e fachadas.
Entre outros projetos não relacionados à emenda de bancada, a UFRJ instaurou processo (nº 23079.062545/2018-33), em 19/12/2018, destinado à contratação de empresa especializada para elaboração de projetos básico e executivo para a restauração de fachadas, recuperação estrutural e recuperação da cobertura do Paço São Cristóvão, sede do Museu Nacional.
Para a realização dessas obras, a UFRJ aguarda liberação de recursos do MEC, no valor de R$ 908.800,00. O processo está registrado no Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle (Simec) do Ministério da Educação, através do Termo de Execução Descentralizada (TED) nº 8103.
Sobre os cortes anunciados, a UFRJ seguirá em interlocução com o Governo Federal e o Congresso Nacional com o objetivo de impedir a interrupção ou o comprometimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão e aquelas destinadas à recuperação do Museu Nacional.
Reitoria da UFRJ
30/5/2019
A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada
O livro analisa atuação dos meios de comunicação.
A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.
Por Laurindo Lalo Leal Filho

31/5 - CONVERSA AFIADA com Paulo Henrique Amorim

Quantas vezes o jn falou em
"reforma da previdênssia"?


Ela é para dar dinheiro a quem vive de juros... Assista!

Bolso botou Toffoli no bolso!


Podcast: qual a diferença entre o Toffoli e o Gilmar? Ouça!
Ministro da Educação
chantageou parlamentares!
É o maior estadista do
nosso tempo
Leia também:
Copyright © 2019 Conversa Afiada, All rights reserved.

You can update your preferences or unsubscribe from this list

31/5 - “Ciro foi a alguma manifestação ontem? Houve uma grande em Fortaleza”, provoca cientista político

FONTE:https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/ciro-foi-a-alguma-manifestacao-ontem-houve-uma-grande-em-fortaleza-provoca-cientista-politico/

                                                     

“Ciro foi a alguma manifestação ontem? Houve uma grande em Fortaleza”, provoca cientista político

Publicado em 31 maio, 2019 8:49 pm
Alberto Carlos Almeida, cientista político. Foto: Reprodução/Twitter
Do Twitter do cientista político Alberto Carlos Almeida:
Ciro foi a alguma manifestação ontem? Houve uma grande em Fortaleza. Deve ter ocorrido uma em Sobral.

15/9 - Militares perdem poder, e evangélicos se fortalecem

FONTE: https://www.terra.com.br/noticias/militares-perdem-poder-e-evangelicos-se-fortalecem, Militares perdem poder, e evangélicos se f...