31/8 - Uso da Base de Alcântara pelos Estados Unidos atenta contra soberania do Brasil

FONTE:https://www.diariodocentrodomundo.com.br/uso-da-base-de-alcantara-pelos-estados-unidos-atenta-contra-soberania-do-brasil-diz-jurista/


                                    

Uso da Base de Alcântara pelos Estados Unidos atenta contra soberania do Brasil, diz jurista

 
A base de Alcântara
Para o advogado e cientista político Jorgem Rubem Folena de Oliveira, membro do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST) que trata do uso da Base de Alcântara, assinado em março pelos presidentes Jair Bolsonaro e Donald Trump, dos Estados Unidos, é “completamente inconstitucional por atentar contra a soberania do Brasil”. A análise de Folena em entrevista aos jornalistas Glauco Faria e Nahama Nunes, da Rádio Brasil Atual, leva em conta o parecer da IAB aprovado, nesta quarta-feira (28), pela Comissão de Relações Exteriores e do Direito Constitucional, na qual é relator.
De acordo com a instituição, o acordo, além de violar a soberania nacional, coloca o Brasil “em uma situação de inferioridade, de subordinação aos Estados Unidos”. O AST trata da possibilidade dos estadunidenses usarem da base militar do Centro Aeroespacial no município de Alcântara, no Maranhão, para lançamento de foguetes e satélites, firmando uma parceria comercial que limita o Brasil a usar apenas componentes produzidos pelos Estados Unidos e por suas empresas. No caso, qualquer lançamento nacional exigirá a compra de equipamentos norte-americanos.
O Instituto dos Advogados Brasileiros também pondera que a assinatura do acordo não pressupõe a contrapartida de transferência de tecnologias dos EUA para a exploração brasileira, desconsiderando ainda o aluguel da área. “Ou seja, o Brasil não ganha absolutamente nada, permite a utilização de uma base militar sua, em território nacional, para que os americanos possam fazer seus experimentos, comercializações nesse segmento, o que é totalmente prejudicial ao país”, afirma Folena.
Já aprovado pelas comissões de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara, O AST avança no Legislativo e deve ser votado pelo Plenário do Congresso Nacional. Caso o projeto venha a ser aprovado pelos parlamentares, o IAB irá acionar o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para que o órgão proponha uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI). De acordo com o advogado, serão encaminhados os pareceres contra o acordo aos presidentes da Câmara, do Senado e da OAB. “Se isso passar no Congresso é a representação de um Congresso que trabalha contra o povo brasileiro, que está a desserviço da nação, da segurança nacional”, ressalta Folena.
O advogado cita que há ainda outros pontos no acordo que colocam em xeque a própria segurança nacional e podem, no futuro, acirrar conflitos diplomáticos, por exemplo, ao impor ao Brasil que os lançamentos da base sejam realizados apenas por países que Washington não suspeite de “apoiar terroristas”, ou que não sejam signatários do Regime de Controle de Tecnologia de Mísseis. Para Folena, nada impede que a própria China, parceira comercial do Brasil, seja alvo dos EUA. “Não é possível garantir segurança diante de um tratado desses porque o Brasil está abrindo as portas para os americanos utilizarem o território nacional para poder agredir qualquer país que considerem inimigos”, avalia o integrante do IAB.
narrativa do governo Bolsonaro, no entanto, é outra, a de fortalecimento das empresas e das comunidades próximas à região no Maranhão. “E em troca nós protegemos a tecnologia americana”, afirmou durante evento, em abril, o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes. “O que cabe ao Brasil é se relacionar com igualdade e respeito, da mesma forma exigir que os Estados Unidos nos tratem com respeito e igualdade, e não ficar baixando a cabeça e batendo continência para a bandeira americana”, rebate o membro do IAB.
Confira a entrevista na íntegra:

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!

31/8 - BOLSONARO FAZ COMPARAÇÃO ENTRE FAKE NEWS E CONSUMO DE COCAÍNA

FONTE:https://clickpolitica.com.br/2019/08/31/mais-uma-perola-bolsonaro-faz-comparacao-entre-compartilhar-noticias-falsas-com-o-consumo-de-cocaina-saiba/

                                            Click Política

MAIS UMA PÉROLA: BOLSONARO FAZ COMPARAÇÃO ENTRE FAKE NEWS E CONSUMO DE COCAÍNA; SAIBA!

 31 de agosto de 2019
Jair Bolsonaro criticou neste sábado (31) a derrubada do veto presidencial sobre a lei das fake news e comparou a pena prevista na nova legislação para quem compartilhar notícias falsas com o consumo de cocaína. Ele disse ainda que não tem como definir o que é falso ou não e que “todo mundo” vai ser processado.
“E qual é a pena? Dois a oito anos? Um clique vai ser mais grave do que um teco. Se você matar alguém, pode ser condenado a uma pena menor do que por dar um clique, às vezes de madrugada, retransmitindo uma matéria”, avaliou o presidente em conversa com jornalistas na saída do Palácio da Alvorada.
Bolsonaro, que é apontado como principal beneficiário da proliferação de notícias falsas durante as eleições de 2018, disse que vetou por medo de brechas para processo. “Esse veto [derrubado], pelo amor de Deus, abriu brecha para todo mundo ser processado. Eu vetei, eu que sou a maior vítima de fake news, por que qual é o limite? Como vai saber que é fake news? É para apavorar o povo, igual país comunista? Agradeça ao Kim Kataguiri, que trabalhou para derrubar esse veto”, disse ainda.
A pena para quem divulgar notícias falsas com objetivo eleitoral será de dois a oito anos de reclusão. No entanto, ela só será aplicada quando estiver comprovado que o acusado sabia da inocência do alvo da notícia falsa propagada.
A assessora Rebecca Félix da Silva, que trabalhou durante a campanha de Jair Bolsonaro (PSL) à presidência e que agora atua no Planalto, afirmou em depoimento ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que presenciou o encaminhamento de notícias falsas a favor do atual presidente a partir da casa de um empresário no Rio de Janeiro.
Click Política com a Fórum

31/8 - VÍDEO – DUVIVIER TIRA SARRO E FALA SOBRE WITZEL......."

FONTE:https://www.diariodocentrodomundo.com.br/entretenimento/video-duvivier-tira-sarro-e-fala-sobre-witzel-brincando-de-fortnite-no-rio/
                                                                      Portal IG

VÍDEO – DUVIVIER TIRA SARRO E FALA 

SOBRE WITZEL: “BRINCANDO DE FORTNITE 

NO RIO”

31/8 - VÍDEO - "MELHORIA DA ECONOMIA".- A incompetência dos liberais.

FONTE:https://youtu.be/oHG4Nw4muHc

O AUTOENGANO DA MÍDIA SOBRE A "MELHORIA DA ECONOMIA". A incompetência dos liberais.


Publicado em 31 de ago de 2019
INSCRITO 335 MIL
Seu apoio é muito importante! https://apoia.se/ghiraldelli Ou pelas contas bancárias da Francielle Chies: 1) Caixa Econômica Federal. Agência 3007. Conta Corrente: 24918-6 Operação 001 (Você pode depositar diretamente em uma lotérica, nessa conta da Caixa); ou 2) Banco do Brasil. Agência 1201-7. Conta Poupança 44524-X 3) Itaú. Agência: 1035. Conta Poupança: 27469-3; ou Se precisar do CPF, só pedir por e-mail: fghi29@gmail.com Perguntas sobre o conteúdo do vídeo? Aqui: ghiraldelli.filosofia@gmail.com #PauloGuedes #mídia #liberalismo

31/8 - VÍDEO - BEMVINDO - VIDA LONGA AO QUEIROZ

FONTE:https://youtu.be/rW3a6n7ZrXo
Publicado em 31 de ago de 2019
INSCRITO 133 MIL

Acharam o Queiroz! Vida Longa ao Camarada ! Veja, dê like, compartilhe e inscreva-se no Canal. Obs.: Os comentários dos espectadores são de responsabilidade dos próprios e podem não corresponder à minha opinião

31/8 - Escândalo a que se referiu Bolsonaro apontaria Michelle como gerente do caixa 2 da família

FONTE:https://www.diariodocentrodomundo.com.br/deputados-do-psl-apreensivos-escandalo-a-que-se-referiu-bolsonaro-apontaria-michelle-como-gerente-do-caixa-2-da-familia/

                                                

Deputados do PSL apreensivos: escândalo a que se referiu Bolsonaro apontaria Michelle como gerente do caixa 2 da família

 
Michelle, Jair Bolsonaro e Ernesto Araújo. Foto: Marcelo Brandão/Senado Federal
No PSL, a apreensão é grande depois que Jair Bolsonaro disse, no início da semana, que está para estourar um escândalo que atingirá alguém próximo dele.
Esta pessoa, segundo confidenciou a amigos um deputado federal do partido, seria Michelle Bolsonaro.
A esposa do presidente seria uma espécie de gerente do caixa 2 gerado com dinheiro desviado dos gabinetes dos parlamentares.
“Não adianta fazer essa campanha pesada contra minha pessoa, contra minha família. Agora contra que tá do meu lado também, que está para estourar um problema aí… Problema não, uma falsa acusação a uma pessoa importante que tá do meu lado. [É] o tempo todo assim”, afirmou Bolsonaro, no seu habitual monólogo diante dos jornalistas que fazem plantão no Palácio do Alvorada, a residência oficial do presidente.
Michelle Bolsonaro foi flagrada pelo Coaf com um depósito de 24 mil reais feito em sua conta pelo notório Fabrício Queiroz.
Esta não seria a única transferência feita para ela, a partir de recursos que não têm origem comprovada.
Pode ser dinheiro de funcionários dos gabinetes, o que caracteriza peculato (apropriação de bem público). Pode ser recurso do esquema de milicianos, ao qual Fabrício Queiroz e a família Bolsonaro são ligados.
Pode ser dinheiro de corrupção pura e simples.
A conferir.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!

15/10 - STF faz julgamento de norma constitucional que vem descumprindo

FONTE: https://www.causaoperaria.org.br/lula-stf-segunda-instancia-3/ Fora da Lei STF faz julgamento de norma constitucional q...